Petróleo opera volátil antes de dados de emprego dos EUA

Os futuros de petróleo operam com volatilidade nos negócios da manhã, na expectativa para novos dados do mercado de trabalho dos EUA, que podem ajudar a direcionar o dólar, mas analistas avaliam que preocupações com o excesso de oferta da commodity deverão evitar que os preços tenham ganhos duradouros.

No meio da semana, a forte desvalorização do dólar - provocada por indicadores fracos dos EUA - alimentou um rali do petróleo. Os fundamentos, no entanto, permanecem fracos, diante da insistência de vários países de manterem a produção elevada.

Nos últimos tempos, o petróleo tem se mostrado bastante volátil, em meio à especulação sobre uma possível reunião de grandes produtores para discutir uma possível ação coordenada que ajude a impulsionar os preços.

\'A volatilidade dos preços do petróleo está sendo intensa esta semana, com o Brent oscilando entre US$ 32 e US$ 36\', comentou Michael Poulsen, analista da Global Risk Management. \'E vai continuar.\'

Operadores estão aguardando o relatório de emprego dos EUA de janeiro, que será divulgado às 11h30 (de Brasília), em busca de indícios de qual direção o dólar poderá tomar. O dado também ajudará a calibrar a política de juros do Federal Reserve (Fed, o BC norte-americano).

Ontem, a Arábia Saudita cortou os preços do petróleo bruto de mais alta qualidade vendido a clientes na Europa e Ásia. A decisão ajuda o maior exportador de petróleo do mundo a defender sua participação nos mercados mais lucrativos, em meio à expectativa de avanço de concorrentes, como o Irã, que está elevando sua produção após o fim da maior parte das sanções internacionais impostas a Teerã.

Enquanto isso, pesquisa semanal da Baker Hughes divulgado nesta manhã mostrou que o número de plataformas de petróleo em operação nos EUA caiu para 654 em janeiro, de 714 em dezembro. Em janeiro do ano passado, o total de plataformas ativas nos EUA chegava a 1.683.

Às 9h45 (de Brasília), o viés era positivo nos mercados de petróleo.

O Brent para abril subia 0,49%, a US$ 34,53 por barril, na plataforma eletrônica ICE, depois de tocar a mínima intraday de US$ 33,93 por barril, enquanto na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo para março avançava 0,88%, a US$ 32,00 por barril.

 

Fonte: exame.abril.com.br

NOTÍCIAS



CORRESPONDENTES DE CÂMBIO
MATRIZ
>> PORTO ALEGRE
Av. Plínio Brasil Milano, 757 | sb loja 201
Higienópolis
(51)3574.3422 |
>> CAXIAS DO SUL
Av. Júlio de Castilhos, 2700 - Térreo | lj 05
São Pelegrino
(54)3021.3422 |
>> NOVO HAMBURGO
Rua Bento Gonçalves, 2800
Centro
(51)3303.3422 |
NEWSLETTER



OUVIDORIA
0800 770-5422
ouvidoria@executivecambio.com.br
ATENDIMENTO
Segunda-feira à Sexta-feira
Das 9h às 17h
EXECUTIVE CÂMBIO
Caxias do Sul | Novo Hamburgo | Porto Alegre

Área Restrita:
Login: Senha:


© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados à Executive Câmbio