Decepção com últimas medidas do BCE prejudica fundos hedge

As medidas de relaxamento monetário anunciadas na última quinta-feira pelo Banco Central Europeu (BCE), que ficaram aquém das expectativas, vão gerar perdas para os fundos de hedge.

Esses fundos, que negociam moedas, bônus e ações com base em projeções para a economia global, vêm apostando na fraqueza do euro e na valorização do dólar, à medida que o BCE amplia a acomodação monetária e o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) se prepara para começar a elevar juros, possivelmente já a partir da próxima semana.

Trata-se de um setor - de US$ 500 bilhões - que vem enfrentando dificuldades nos últimos anos.

Investidores dizem que a maior parte dos grandes fundos havia apostado contra o euro antes da reunião do BCE, quando o presidente da instituição, Mario Draghi, decepcionou os mercados ao cortar a taxa de depósitos, de -0,20% para -0,30%, e ampliar em seis meses a duração do programa de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês), que prevê a compra mensal de até 60 bilhões de euros em ativo.

 

Fonte: exame.abril.com.br

NOTÍCIAS



CORRESPONDENTES DE CÂMBIO
MATRIZ
>> PORTO ALEGRE
Av. Plínio Brasil Milano, 757 | sb loja 201
Higienópolis
(51)3574.3422 |
>> CAXIAS DO SUL
Av. Júlio de Castilhos, 2700 - Térreo | lj 05
São Pelegrino
(54)3021.3422 |
>> NOVO HAMBURGO
Rua Bento Gonçalves, 2800
Centro
(51)3303.3422 |
NEWSLETTER



OUVIDORIA
0800 770-5422
ouvidoria@executivecambio.com.br
ATENDIMENTO
Segunda-feira à Sexta-feira
Das 9h às 17h
EXECUTIVE CÂMBIO
Caxias do Sul | Novo Hamburgo | Porto Alegre

Área Restrita:
Login: Senha:


© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados à Executive Câmbio