Dólar em alta pode reduzir ritmo de importações

O novo patamar do câmbio pode interromper o aumento do déficit na balança comercial de manufaturados neste ano. Na avaliação do presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro, o novo nível da taxa de câmbio deve impactar negativamente a compra de produtos de fora do país.

\"Uma queda (do déficit de manufaturados) pode ocorrer não pelo aumento da exportação, mas sim pela queda de importados\", afirma Castro.

A AEB projeta um superávit de US$ 7,2 bilhões para o saldo da balança comercial do Brasil em 2014, resultado acima dos US$ 2,561 bilhões registrados no ano passado.

O diretor do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Federação das Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp), Thomaz Zanotto, também acredita que o novo câmbio pode trazer algum alívio para a balança brasileira.

\"O comércio exterior é como um navio petroleiro muito grande: quando alguém mexe no leme, demora para virar\", afirma o diretor da Fiesp. \"Com o novo nível da taxa câmbio que vai sendo utilizado na economia brasileira, espero uma mudança\", diz Zanotto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Fonte: exame.abril.com.br

NOTÍCIAS



CORRESPONDENTES DE CÂMBIO
MATRIZ
>> PORTO ALEGRE
Av. Plínio Brasil Milano, 757 | sb loja 201
Higienópolis
(51)3574.3422 |
>> CAXIAS DO SUL
Av. Júlio de Castilhos, 2700 - Térreo | lj 05
São Pelegrino
(54)3021.3422 |
>> NOVO HAMBURGO
Rua Bento Gonçalves, 2800
Centro
(51)3303.3422 |
NEWSLETTER



OUVIDORIA
0800 770-5422
ouvidoria@executivecambio.com.br
ATENDIMENTO
Segunda-feira à Sexta-feira
Das 9h às 17h
EXECUTIVE CÂMBIO
Caxias do Sul | Novo Hamburgo | Porto Alegre

Área Restrita:
Login: Senha:


© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados à Executive Câmbio